Poems of Paulo Eduardo

Peace and Joy slowly coming back to my heart

Textos


À uma poetisa do RL...

 

Tens uma beleza altaneira

Um não sei o que de nobreza

Amo as tuas poesias e a tua maneira

De se expressar como uma alteza

 

Moça bonita e madura quero lhe dizer

Que o charme feminino lhe é peculiar

Amo ver-te e te ler

A tua foto eu expandi para ver o teu olhar

 

Escreves livre, leve e solta

Do jeito que tem que ser uma poetisa

Do amor e beleza envolta

És leve como o ar e a brisa

 

Eu sei que o ser feminino

Tem muito a ver com o anjo mulher

Deixa a nós homens pequeninos

Diante daquilo que todo homem quer

 

Ah os teus óculos escuros

Deixa-te misteriosa

Deixando o teu rosto obscuro

Mas a tua poesia aqui é famosa

 

Por isso, minha poetisa favorita

Que seja a tua vida cheia de poesias

Na meia idade que estás, idade bendita

Que sejam lindos os teus dias...

 

Enquanto escrevo:

https://www.youtube.com/watch?v=jqJpikFKO5w

Paulo Eduardo Cardoso Pereira
Enviado por Paulo Eduardo Cardoso Pereira em 04/07/2024
Alterado em 05/07/2024

Site do Escritor criado por Recanto das Letras